08/02/2009

Aos bloggers de Santo Tirso:

Só a imensa curiosidade poderia fazer um homem de 59 anos iniciar-se, nesta idade, nestas andanças dos blogs. Sem muitos conhecimentos de como isto se processa, há longos meses que os mais novos cá de casa – a neta com 16 e o neto com 19 – me falavam nas maravilhas da internet, e de como seria divertido para mim criar um blog sobre aviões (a minha grande paixão), e que se o fizesse encontraria com toda a certeza pessoas que partilhavam os mesmos gostos. No entanto, ao invés de seguir o conselho dos meus netos, optei no entanto por criar um blog para falar sobre a minha terra. E assim conheci outros, cada vez mais. Há muitos blogs sobre Santo Tirso, e alguns bem interessantes. Tomei a liberdade de “premiar” os meus favoritos há poucos dias. Mas há outros… A forma como por aqui se encontram pessoas que nada mais parecem ter para fazer do que isto, enxovalhando, criticando e quase ameaçando os colegas, deixa-me profundamente entristecido. Há uma situação em particular que me chamou a atenção: a forma como tem sido tratada a senhora que criou o blog + Santo Tirso, apenas porque defende o que outros consideram condenável. Que se esteja contra, admito. Que se contrarie, que se diga que ela está errada, é normal, é saudável e é democrático. Mas que se trate uma pessoa, ainda por cima uma senhora, da forma como ela tem sido tratada, associando-a a verbos como “latir”, e criando um blog com o nome que ela tinha escolhido para si, apenas para tentar ridicularizá-la, a meu ver só ridiculariza quem o fez. Toda esta situação é profundamente lamentável. À menina que criou o + Santo Tirso, os meus cumprimentos e sinceros votos de coragem, porque a campanha ainda nem começou e os ânimos estão já muito exaltados. Aos companheiros que se dedicam – ou pretendem dedicar-se, se os outros os deixarem – ao debate de ideias, os meus cumprimentos e a minha solidariedade. Aos restantes, um pedido: não sejam mal-educados, pelo menos. Que não queiram discutir a realidade do concelho, o seu presente e o seu futuro, aceito. Que sejam odiosos e aviltantes como têm sido, lastimo profundamente. Obrigado a todos. Bons posts.

19 comentários:

Santo Tirso 2009 disse...

Caro visitante,

Todos os bloggers de Santo Tirso são anónimos. Eu, você, o Toda a Verdade, o Santo Tirso não é Cuba, o Santo Thyrso, o Onde está o Alírio, o Santo Tirso Positivo, todos! Não há um único que não o seja. Não entendo por que motivo elegeram a autora do + Santo Tirso como saco de boxe! É inacreditável o que já li sobre a senhora (homem ou mulher, tanto faz! Não importa para o caso). Não creio que tenha razão ao afirmar que é o anonimato que potencia estes ataques, porque como vê somos todos anónimos. Mas fico contente que ao menos entenda a fealdade desta situação. Não é possível que alguém pretenda ser sério a debater política quando se atreve a tratar desta forma um colega de debate. É ignóbil, para não dizer pior. Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário. Espero que volte a aparecer por cá e que me ajude neste combate ao insulto gratuito.

Observant disse...

Caro Santo Tirso 2009,

Concordo plenamente consigo. Quero também deixar á Menina Tirsense o meu apoio. Apesar de não concordar sempre com ela, respeito a sua opinião. Tal como gosto que respeitem a minha. Assim é a democracia.

Quanto aos ignóbeis anónimos que em vez de contribuirem apenas insultam... devemos-lhes dar desprezo.

leiam até ao fim disse...

Sentou-se ontem no banco dos réus do Tribunal da Covilhã David Duarte, 29 anos, um morador da vila da Boidobra, nos arredores da cidade, indiciado pelo Ministério Público como autor da persona- gem fictícia "Chicken Charles - o anti-herói", alojada no blogue covilhas.blogspot.com. O alegado autor foi indiciado através do registo dos seus acessos à Internet (IP).

Na origem do julgamento está uma queixa-crime por difamação, calúnia e injúria movida pelo presidente da câmara local, Carlos Pinto, contra o alegado autor do blogue.

Apesar de este espaço na Net não referir nomes, a acusação entende que os textos de carácter satírico "representam um elevado grau de ofensa na honra, prestígio e confiança" do autarca. Carlos Pinto alega ainda ter sido sujeito a situações de "vexação", sendo "motivo de todas as conversas, chacotas e cochichos" na cidade por causa do blogue. Este contém dezenas de artigos publicados entre Maio de 2004 e Fevereiro de 2006, apresentados como as confissões de uma personagem designada como "Chicken Charles", o galo "que é dono do galinheiro da Quinta da Covilhã" e que "controla todas as galinhas".

Na primeira sessão do julgamento, o presidente da Câmara Municipal disse à juíza Rosa Lima Teixeira que "o que vem nos textos é injusto e ofensivo e, como diz o ditado, 'quem não se sente não é filho de boa gente', senti que tinha de procurar os responsáveis". Carlos Pinto sublinhou ainda que "o que foi escrito não partiu de máquinas mas de pessoas". Questionado pela juíza sobre o arguido, disse não o conhecer, frisando que "quem escreve no blogue está muito bem a par da situação da região. O autor ou autores dos textos beberam as informações em fontes próximas da realidade do concelho", disse.

O presidente da câmara diz ser acusado da "utilização de dinheiros e obras públicas para fins particulares", nomeadamente nos artigos intitulados "O casamento da minha franguinha" e "Os meus Amores".

No processo, a defesa alega que qualquer pessoa podia ter feito esses acessos, porque a ligação era partilhada e o réu "estava ausente da Covilhã na data em que foi criado o endereço chickencharles@iol.pt".

A ligação à Internet em causa era partilhada por "amigos e familiares" que frequentavam a mesma casa. Isso mesmo foi dizer ao tribunal o pai do arguido. Por outro lado, os registos são textos de ficção, cuja linguagem se centra num estilo contrário da utopia, a "distopia", lugar imaginário onde tudo é negativo.

A defesa refere ainda que o arguido não tinha motivos para criar o blogue, pois "não tem qualquer conflito político ou pessoal" com Carlos Pinto, nem com a "qualidade que este detém enquanto presidente da Câmara da Covilhã".

De um conjunto de vários textos, a acusação visa apenas 13 por serem os que alegadamente incidem sobre a vida privada, política e social do autarca, que pede uma indemnização "não inferior" a 20 mil euros e quer justiça, "porque na vida social não pode valer tudo".

O julgamento prossegue no próximo dia 21 de Novembro.


noticia do dn...dá que pensar. talvez já seja tarde para alguns!!!!!!

+ Santo Tirso disse...

Boa noite a todos, e em especial ao blogger Santo Tirso 2009. É com muito apreço que leio este seu post e agradeço, do fundo do coração, as palavras que me dedica. Não vale a pena multiplicar-me em agradecimentos, porque creio que entenderá o que significaram as suas palavras neste momento atormentado que atravesso. Muito, muito obrigada. Aos restantes comentadores expresso também os meus agradecimentos. Boa noite a todos.

Santo Tirso Positivo disse...

Quero também cumprimentar a Menina Tirsense e dizer-lhe que ninguém a julgará pelo que andam a dizer os outros blogs criados para atingir o seu bom nome. Esteja tranquila e continue a escrever como tem feito porque é precisamente porque você tocou em algum ponto vital (frágil como todos os pontos vitais) e isso suscitou a ira de algumas pessoas. Mas não se incomode com isso. Só é consensual o que não é minimamente discutido, e estou em crer que se fizessemos uma sondagem para ver o que pensam de si os tirsenses, também você tinha maioria absoluta. Um abraço e força na escrita!

Nuno Miguel Martins disse...

Caro Santo Tirso 2009

Antes de mais agradecer-lhe pela menção honrosa que atribui ao meu blog no seu post "And the Oscar goes to"

Sabendo que já visitou o meu blog, e na sequência do seu comentário, gostaria de lembrar-lhe, que há pelo menos um blogger em Santo Tirso que se identifica, e não tem qualquer problema em fazê-lo!
Sinceramente não entendo o porquê de se esconderem por detrás do anonimato, ou mais grave do que isso usar pseudónimos ou fazerem-se passar por outras pessoas, para poderem dizer aquilo que pensam!

Não vivi o dia 25 Abril de 1974, mas usufruo da Liberdade que nos trouxe esse dia! Não conheço outro sistema e talvez por isso me sinta tão á vontade!

Aconselho a todos a desfrutarem dessa liberdade, que com tanto custo foi alcançada!

Digam o que pensam! Não se escondam no anonimato!

Quanto ao tema em questão, concordo que as discussões são sempre saudáveis, mas dentro do mínimo razoável. Insultos e provocações não levam a lado nenhum.

Vamos discutir o que importa!

A realidade do nosso Concelho!

Antonio Barbosa disse...

O autor deste blog vive no anonimato, coloca uma foto falsa e uma profissão falsa, por isso contraria a leis Portuguesas sobre a INternet. Por tudo isto será apresentado no MInistério Público, queixa crime por usurpação de identidade (foto).

SANTO TIRSO - Toda a Verdade disse...

Menina Tirsense acho que já é altura de andar enganar os Tirsenses. Espero que não faça censura da minha mensagem como de costume.

SANTO TIRSO - Toda a Verdade disse...

" já é altura de não andar enganar" falta a palavra não.

Este comentário foi colocado no + Santo Tirso.

Santo Tirso não é Cuba disse...

Gostei dos artigos dos ip's.
Lembro que isto também vale para todos aqueles que, do ip da CM Santo Tirso, deixam comentários ofensivos...
Pode até não se descobrir quem é a pessoas exacta, mas que vem da CM disso não há dúvidas!

+ Santo Tirso disse...

Vocês acreditam nisso dos IP? É que há uns tempos disseram num blog qualquer que o meu IP era o da Câmara. Ora, eu tenho a certeza que não é. Podem explicar-me isto, os mais entendidos? Obrigada.

+ Santo Tirso disse...

Vocês acreditam nisso dos IP? É que há uns tempos disseram num blog qualquer que o meu IP era o da Câmara. Ora, eu tenho a certeza que não é. Podem explicar-me isto, os mais entendidos? Obrigada.

Santo Tirso 2009 disse...

Caro António Barbosa, creio que terá muitas dificuldades em provar que esta fotografia não é minha, mas força nisso!

+ Santo Tirso disse...

A ser verdade, esse seria tanto um caso de usurpação de identidade como é a criação dos blogs +Santo Tirso 2 e Menina Tirsense, que de forma descarada tentam confundir as pessoas e levá-las e pensar que são todos da mesma pessoa.

Santo Tirso 2009 disse...

Caro Nuno Miguel Martins,

O meu sincero pedido de desculpas pelo lapso. De facto não recordei que o seu Crónicas do Vale é totalmente assumido, porque essa é de facto uma coisa rara no nosso concelho. Nada tenho contra os anónimos, como se perceberá com facilidade, mas acho que a conduta correcta e de delicadeza para com aqueles que nos lêem e comentam é fundamental. Obrigago pela sua visita. Certamente continuarei a passear-me pelos vales de que nos vai dando conta. Até breve. Um abraço!

Anónimo disse...

a menina tirsense trabalha no jornal santo tirso

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=pV-HU56PLNg

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Esses blogueiros é que dão origem a notícias como esta:

http://bitaites.org/outros-blogues/o-povoa-online-foi-fechado-pelo-tribunal-e-bem-feita

O blogue foi fechado pelo tribunal? Bem feito.
Publicado por Marco Santos [1/Julho/2008]. Categoria: Blogosfera
Relacionado (ou não): Olha, parece que a blogosfera vai acabar [12/Novembro/2008]
Marcadores: Tretosfera

Um tribunal mandou fechar o blogue Póvoa Online, alojado no Blogspot; a Google cumpriu a providência cautelar; o blogue foi suspenso. Resultado: a notícia saiu nos jornais e televisões. Aguarda-se agora que a blogosfera inicie o fatídico clamor contra um novo atentado (quiçá socrático) às liberdades individuais.

O blogue em questão - escrito por um grupo de corajosos anónimos, como é habitual - tinha como objectivo denunciar a corrupção e o compadrio na política camarária do vice-presidente e presidente da Câmara da Póvoa. Não apresentava quaisquer provas, apenas insinuações (e acusações) sobre pessoas que se consideram no direito de usufruir - vejam lá o escândalo - da presunção de inocência.

Depois de aturar as imbecilidades da SIC e de Moita Flores sobre os bloggers, este meio volta a ser notícia por causa da actividade de um blogue medíocre que não merecia um centésimo da atenção que infelizmente vai ter. Os autores não dormem e já abriram um blogue gémeo. Agora que a blogosfera se prepara para fazer a festa justiceira e lançar os foguetes da liberdade, os autores do Póvoa Online recolhem as canas dos links.

Liberdade de expressão a propósito deste caso? Tretas. Relembro um velho conceito aprendido quando comecei a trabalhar: máxima liberdade, máxima responsabilidade. Uma não pode existir sem a outra. E uma vantagem da lei é garantir, sob nossa vigilância, que ambas coexistem pacificamente.

A não ser que o autor opte por torná-lo privado, o que não foi o caso do não-sei-quantas online, um blogue é potencialmente lido por todos os que têm computador e ligação à Web. Querem liberdade para blogar, meninos vítimas de uma atitude «prepotente, autoritária e fascizóide»? Conquistem-na. Atitude fascizóide? Que belo argumento. Confrontados com as consequências da sua própria irresponsabilidade, fazem-se de vítimas de atitudes «fascizóides» e põe-se a fazer queixinhas à Democracia. Os que gritam precipitadamente Censura! não percebem que acabam por ser estas «vítimas de atitudes fascizóides» as principais responsáveis para que se pretenda eventualmente «legislar» a blogosfera.

Pá, cresçam. Dêem-se ao respeito. Investiguem o que denunciam. Averiguem os factos antes de os publicar. Trabalhem. Sejam responsáveis.